CÂNCER: A DOENÇA QUE TRANSFORMA

Reynaldo Gianecchini fala pela primeira vez sobre o câncer
"Nunca imaginei que pudesse ter essa doença", diz o ator, que é mais novo integrante do Movimento Contra o Linfoma, campanha da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia.
Por Cristiane Segatto.


O ator Reynaldo Gianecchini fala pela primeira vez em público sobre o câncer no sistema linfático que enfrenta. Em um depoimento gravado no dia 6 de outubro para a Abrale (Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia), Gianecchini conta como descobriu a doença. "Comecei a desenvolver umas alergias. Operei de hérnia na virilha, e deu uma infeçcão. Começaram a surgir gânglios na região do pescoço. (...) Tiramos para fazer a biópsia. (...) Depois de um mês veio o diagnóstico", disse. O vídeo começa com o ator afirmando que nunca imaginou que pudesse ter um câncer. "É um diagnóstico que vem, que te assusta. Primeiro porque a gente nunca imagina que pudesse ter isso. Segundo porque é uma doença que tem um estigma lá atrás. As pessoas nem falavam isso", afirmou.
Emocionado, Gianecchini falou do apoio que vem recebendo de amigos, da família e de fãs. "Fui recebendo um amor tão grande das pessoas. E esse amor era tão tocante, acho que fez tão parte do meu crescimento, para buscar essa minha força", disse. O ator mostra que está encarando a doença com muita força. "Acredito que isso possa ser uma dádiva para mim", afirmou dizendo que a doença uniu ainda mais a família e tem lhe ensinado a ser forte.
Além de todo o carinho recebido da família e fãs, Gianecchini diz que outra fonte de força para enfrentar o câncer é convívio com crianças que também lutam contra a doença. "Tem muita criança que tem leucemia. Quando eu vou visitar essas crianças, saio de lá tão forte. Elas têm uma postura tão bonita, um sorriso sempre estampado no rosto."





O Movimento Contra o Linfoma


Em agosto deste ano, o ator Reynaldo Gianecchini recebeu o diagnóstico de linfoma, um tipo de câncer do sistema linfático. Ele nasce da alteração de um tipo de glóbulo branco, chamado linfócito, responsável pela defesa natural do corpo contra infecções. "Tenho linfoma do tipo de célula T, que é um pouco mais complicado. É um câncer bem raro", diz no vídeo.
Após dois meses de tratamento, Gianecchini decidiu gravar o depoimento em vídeo para a Abrale, uma entidade que reúne pacientes da doença.
O ator é o mais novo integrante do Movimento Contra o Linfoma, campanha lançada pela Abrale no mês de setembro. "Fazer parte de uma ação como esta, realizada pela Abrale, é muito gratificante e fortalecedor. Afinal, o objetivo principal é o que mais priorizo no momento: a vida", disse o ator.
O Movimento conta também com a participação de mais oito artistas: Amandha Lee, Caco Ciocler, Camila Morgado, Drica Moraes, Matheus Solano, Marcelo Airoldi, Odilon Wagner, Sarah Oliveira.


[Fonte: Revista Época/ 13-10-2011]

2 comentários:

Tainã Almeida

Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos perídos mais
marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso? (sinopse do meu blog)
Acessa o meu blog?
"Blog de uma adolescente"

http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
Atenciosamente Tainã Almeida.

LUCONI

Gislene amada eu fiquei tão feliz com o teu comentário lá no blog de Umbanda, muito obrigada amiga pelo carinho, não conhecia este seu blog, só o outro do qual sou fanzona. Achei incrível descobrir este blog neste momento da minha vida, meu marido está seriamente doente, é o CA no pâncreas, os médicos não nos mostraram uma saída, mas eu tenho fé, muita fé, uma porta irá se abrir, beijos Luconi